As nossas recepções de Lisboa, S.João da Talha e Alfena têm horários mais reduzidos a partir de 16/3 e até novas indicações: 9h-12h e 14h-17h. A estação da Maia encontra-se encerrada até indicação contrária. Obrigado
Skip to main content

DPD lança um programa único de monitorização da qualidade do ar

Friday, January 31, 2020 - 16:31

No dia em que assina o Compromisso Lisboa Capital Verde Europeia 2020 com a Câmara Municipal de Lisboa, a DPD lança uma iniciativa sem precedentes de monitorização da qualidade do ar

No momento em que a poluição do ar é um dos riscos ambientais mais graves, de acordo com a OCDE, a DPD Portugal implementa uma nova iniciativa de monitorização da qualidade do ar, alinhada com o programa de responsabilidade corporativa e social DrivingChangeTM do DPDgroup. Este programa é uma das medidas inseridas no Compromisso Lisboa Capital Verde Europeia 2020, que a DPD Portugal assinou hoje com a Câmara Municipal de Lisboa

Para Yves Delmas, Chief Operating Officer do DPDgroup, “a comunidade global exige ar mais limpo e o DPDgroup está numa posição única para ajudar. Queremos trazer benefícios para as cidades, consumidores finais e cidadãos.”

Com base nessa observação e na visão de melhorar a qualidade de vida e a saúde nas cidades, a DPD aspira a desempenhar um papel importante no rastreio da qualidade do ar usando sua rede de entrega existente e colocando-a ao serviço dos clientes.

Na Conferência Polis em Bruxelas, Dominique Mamcarz, Diretor de RSC do DPDgroup, revelou as iniciativas do DPDgroup na monitorização da qualidade do ar. Embora a mobilidade urbana represente 40% de todas as emissões de CO2 do transporte rodoviário e os consumidores estejam cada vez mais preocupados com a qualidade do ar, “as empresas de transporte têm a responsabilidade de agir de maneira sustentável, medir e reduzir continuamente o seu impacto no meio ambiente, inovando e adaptando os seus processos ”.

Miguel Gaspar, Vereador da Câmara de Lisboa, afirma: “esta iniciativa é realmente útil para a nossa cidade. É um projeto decisivo, pois permite obter dados importantes adicionais e identificar áreas verdes e pontos quentes da cidade. Graças à nossa colaboração bem-sucedida com o DPDgroup, podemos melhorar a qualidade do ar na cidade e, portanto, ter um impacto positivo na saúde de nossos cidadãos “.

Olivier Establet, Presidente da DPD Portugal, refere ainda que “estamos muito orgulhosos de que Lisboa tenha sido a capital europeia escolhida para o lançamento desta ferramenta. Além disso, o nosso empenho é total nas medidas que a Câmara Municipal de Lisboa tem vindo a tomar no sentido de descarbonizar a cidade. Prova disso é termos sido, hoje mesmo, uma das empresas co-signatárias do Compromisso Lisboa Capital Verde Europeia 2020, isto depois de em Dezembro termos igualmente assinado o Pacto de Mobilidade Empresarial para a cidade de Lisboa”.

A medição da qualidade do ar é realizada graças aos sensores configurados na frota de entrega de encomendas da DPD e na rede de instalações, como pontos Pickup e estações urbanas. A frota urbana e as instalações selecionadas da DPD estão equipadas com os mais recentes sensores móveis baseados em laser da Pollutrack. Esses sensores recolhem dados reais a cada 12 segundos, rua por rua e ao nível da respiração, nas partículas finas PM2.5, usadas para visualizar em mapas de alta resolução os níveis de qualidade do ar urbano.

Este projeto inovador, que será lançado em 20 cidades europeias nos próximos dois anos, será de grande benefício para as autoridades da cidade e para os cidadãos, pois fornecerá algumas informações precisas e reais sobre a qualidade do ar PM2.5 nas cidades selecionadas.

Essa mudança ambiental pode ser feita graças ao parceiro do DPDgroup, Pollutrack, uma ferramenta de avaliação e medição da poluição do ar. Essa tecnologia confiável desenvolvida pela Pollutrack permite identificar as áreas mais expostas à PM2,5 e conhecer melhor o impacto das partículas finas na saúde das pessoas.

Os cidadãos que vivem na cidade de Lisboa também irão beneficiar deste novo serviço, pois poderão verificar o nível de qualidade do ar à sua porta através de uma interface baseada na Web cada vez que recebem uma encomenda pela DPD.

Através desta iniciativa inovadora de transporte, integrada no Compromisso Lisboa Capital Verde Europeia 2020, a DPD continua a sua ambição de reduzir as emissões de CO2 por encomenda em 30% até 2025, em comparação com 2013, e reafirma o seu compromisso de ter um impacto positivo nas comunidades, cidades e sociedade em geral.